FINANÇAS PESSOAIS: POUPA ATRAVÉS DO MÉTODO DOS ENVELOPES!

FINANÇAS PESSOAIS: POUPA ATRAVÉS DO MÉTODO DOS ENVELOPES!

FinançasPessoais2

Hoje, trago-vos mais umas dicas de Finanças Pessoais, sobre Poupança mais propriamente, o método dos envelopes? Estava eu, à procura de inspiração e dei de caras com um artigo  que falava sobre o método dos envelopes, que já utilizei no passado.

Eu acho o método dos envelopes uma ideia gira e interessante. Costumas utilizá-lo ou conheces alguém que o faça? Acredito ser uma excelente forma de poderes gerir o teu dinheiro e até mesmo, o teu salário. Não existe sensação pior, do que não saber exactamente para onde foi o dinheiro, que “desapareceu” tão rápido. Isto, já aconteceu contigo?

O método dos envelopes é uma excelente alternativa para controlares o teu salário ou criar uma poupança, o teu mealheiro para comprares algo que queiras a curto/longo prazo ou, para aquilo que idealizares.

Segue alguns exemplos de Despesas Fixas:

  • Renda da casa
  • Electricidade
  • Água
  • Telemóvel
  • Internet
  • Alimentação
  • Seguro do carro
  • Seguro da casa
  • Seguro Poupança/PPR
  • Jardim de Infância/Cresce
  • Faculdade

Alguns exemplos de outras Despesas:

  • Calçado/Roupa
  • Café/Restaurante/Cinema
  • Férias
  • Livros/Jornais/Revistas
  • Lembranças/Presentes de Aniversário
  • Concertos

Ora, como funciona o método dos envelopes?

É muito simples, podes comprar envelopes ou fazer os teus próprios envelopes de forma personalizada e identificá-los com as despesas fixas ou outras (conforme exemplo acima) e, diariamente ou semanalmente, dividires o teu dinheiro por esses mesmos envelopes. Por exemplo: tens alguns trocos na carteira e detestas andar com muitas moedas, então, distribui-as pelos envelopes de acordo com as tuas prioridades/datas de pagamento dessas despesas.

Este método vai ajudar-te a ter uma noção diferente dos gastos “supérfluos” e do dinheiro que tens, permitindo ainda, fazer uma poupança por mais pequena que ela seja.

É um sistema bem simples e prático de nos organizarmos. Quem já utiliza este método, certamente que confirma o que digo.

Uma outra dica que te deixo é criares um envelope por exemplo com a categoria “Para mim“, onde também vais colocando moedas/notas,  imaginando na tua cabeça “STOP, Não Mexer” e só vais utilizar em caso de SOS, mesmo em caso de necessidade extrema. Aceitas o desafio?

Que outros métodos de poupança utilizas atualmente, que possas partilhar connosco?

5 PÁGINAS DO INSTAGRAM QUE TE AJUDAM A POUPAR DINHEIRO!

5 PÁGINAS DO INSTAGRAM QUE TE AJUDAM A POUPAR DINHEIRO!

Poupança1

Gostavas que o teu salário pudesse esticar até ao final do mês? Quem não gostaria!

Nos dias de hoje, poupar está na ordem do dia. Por mais esforços que façamos, as dicas de poupança nunca são de mais. O MVaidoso inicia um novo menu, aqui no blogue “Dicas de Poupança” e vou partilhar algumas dicas, baseadas na experiência pessoal mas também, na pesquisa e inspiração online, que te vai permitir poupar uns trocos.

Sabias que existem páginas no Instagram, que nos ajudam a poupar, em vez de gastar mais? É isso mesmo, são menos conhecidas, mas acessíveis e estão prontas para nos ajudar a levar uma vida financeira mais equilibrada. Estás preparado? Bora lá, vamos conhecer 5 Páginas do Instagram Que Te Ajudam a Poupar:

Quem nunca reciclou uma peça e lhe deu uma nova vida? Arte, talento ou habilidade com as mãos é o que vais poder apreciar na página Upcycle That, rica em criatividade e talento com ideias geniais de como poupar em coisas tão simples.

Comida, quem aprecia uma boa refeição sabe que boa parte do nosso salário vai inevitavelmente, para a alimentação. Na Budget Bytes vais encontrar centenas de receitas baratas, sustentáveis e saborosas. Ideias não te vão faltar paras as inúmeras sugestões para todos os gostos e talentos. Vale bem a pena, iniciares esta viagem.

Continuando a estadia e uma vida de luxo, a página pessoal Stefanie O’ Connell encontras inspiração suficiente para um ideal de vida distinto.

Por cá, agarra-te ao Poupadinhos e com vales  e emerge nas diversas dicas de poupança. Um convite e incentivo ao consumo de marcas e produtos, mas que vale sempre a pena acompanhar e decidir pelo mais económico.

Queres ficar milionário? Dificilmente, mas jamais impossível, os Ventos de Poupança oferecem-te dicas muito práticas e simples de aplicar no dia-a-dia, com resultados impressionantes. Sem grandes investimentos ou sacrifícios vale a pena seguir esta página, a tua carteira vai agradecer-te.

Agora, que já tens entretenimento para os próximos dias, conta-nos nos comentários, que outras dicas de poupança ou páginas acompanhas no teu quotidiano. Aceitas o desafio?

 

DICAS SEGUROS: RESPONSABILIDADE CIVIL – SEGURO AUTOMÓVEL!


SegAuto2

Chegou o momento, de vos falar sobre o seguro automóvel.

Sabias que é obrigatório ter seguro de Responsabilidade Civil, em todos os veículos terrestres a motor e seus reboques?

Muitas vezes ouço, o carro está parado em frente da porta (na via pública) ou na garagem, ninguém lhe mexe por isso, não preciso de ter seguro.  Meus amigos, como diz o ditado, “fia-te na virgem e não corras”, neste caso, protege-te!

Os proprietários ou os condutores de um veículo são responsáveis pelos prejuízos que estes possam causar e em caso de acidente podem ter de pagar indemnizações elevadas. Ora, para proteger os interesses dos lesados, que têm direito a que os seus prejuízos sejam pagos, independentemente de o responsável pelo acidente ter ou não condições financeiras para o fazer, é obrigatório o seguro de responsabilidade civil dos veículos terrestres a motor e seus reboques.

O seguro obrigatório de responsabilidade civil assegura o pagamento das indemnizações por danos corporais e materiais causados a terceiros e às pessoas transportadas, com excepção do condutor do veículo, neste responde a cobertura de acidentes pessoais do condutor.

No mínimo, este seguro tem de cobrir os capitais de 2.500.000€ por acidente para danos corporais e 750.000€ por acidente para danos materiais. A partir de 1 de Junho de 2012 estes valores aumentaram para 5.000.000€ e 1.000.000€, respetivamente.

Para além da cobertura obrigatória de responsabilidade civil, o seguro automóvel pode incluir outras coberturas facultativas, que dependem da vontade do tomador do seguro, nomeadamente:

  • Capital Facultativo para o Seguro de Responsabilidade Civil: permite cobrir danos corporais e materiais de valor superior aos definidos acima, respectivamente.
  • Assistência em Viagem para o Veículo e seus Passageiros: abrange, regra geral, em caso de avaria ou acidente, o reboque do veículo seguro, o transporte de pessoas e bens e o fornecimento de outro veículo até ao final da viagem.
  • Protecção Jurídica: cobre custos com advogado que represente os interesses do segurado e as despesas decorrentes de um processo judicial ou administrativo.
  • Privação temporária de Uso: garante o pagamento de uma compensação pelos prejuízos resultantes da impossibilidade da utilização do veículo seguro durante determinado período de tempo, por exemplo, enquanto o mesmo se encontrar a ser reparado.

Para informações mais detalhadas destas coberturas, consulta as Condições Gerais e Especiais do teu seguro Automóvel, por norma, disponibilizadas online nos sites das respetivas seguradoras. Caso precises de ajuda, é só comentares no campo dos comentários ou enviares email para blogmvaidoso@gmail.com, terei todo o gosto em ajudar.

Um veículo para o qual não tenha sido contratado um seguro de responsabilidade civil encontra-se em situação ilegal. Por lei, o veículo pode ser apreendido e o seu proprietário pode ter que pagar uma coima. Em caso de acidente, o condutor ou proprietário podem ser responsabilizados pelo pagamento das indemnizações devidas aos lesados.

Por isso, mais vale prevenir do que remediar. Revê as condições do teu seguro automóvel junto da tua Seguradora ou, caso ainda não tenhas o seguro de responsabilidade civil trata de contratar ou actualizar.

Com este artigo, espero que tenhas noção desta obrigatoriedade. Se o consideras importante, Partilha-o com os teus amigos ou com alguém que consideras que pode ajudar.

Este artigo foi escrito com base na informação disponível na ASF-Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões em Portugal, não dispensa a tua consulta e análise às condições particulares, gerais e especiais do teu seguro automóvel.

Que outras dúvidas ou preocupações tens relativamente ao seguro automóvel, que queiras partilhar connosco? Que outro tipo de questões, do seguro automóvel queres que partilhe num próximo artigo?

💻 Liga-te ao @blogmvaidoso Segue as nossas story’s nas redes sociais Facebook e Instagram e vamos fazer conexões positivas e saudáveis por aí!

Beijos&Abraço,

bmv

DICAS SEGUROS: Aprende ou (Re)Lembra Conceitos Básicos Sobre Seguros!


SEGUR02

Olá, como correu o vosso dia?

No dia 08/Maio, apresentei-vos o novo projeto do blogue +Vaidoso, que podes (re)ler aqui. Antes ainda, do primeiro artigo “oficial” desta rubrica, parece-me de bom senso enquadrar-vos sobre a história do Seguro.

Muito resumidamente, o primeiro contrato de seguro foi escrito, em Génova, por volta de 1347. As primeiras apólices de que à registo são datadas de 11/07/1385, em Pisa, Itália e 10/07/1397, em Florença, Itália, tornando-se comuns no final do século XIV.

Já em Portugal, a História dos Seguros remonta ao ano de 1293, quando o Rei D. Diniz – O Lavador – estabeleceu a primeira forma de seguro, dedicada em exclusivo aos riscos marítimos, através da cobrança do chamado Prémio sobre as embarcações.

Em 1791 surge em Portugal, a primeira Companhia de Seguros Portuguesa, a Companhia Permanente de Seguros. Decorrida a história, é no ano de 1982 que é criada a APS-Associação Portuguesa de Seguradores, alterando a denominação ao longo do tempo, hoje conhecida, como ASF- Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundo de Pensões , organismo que tutela e supervisiona os seguros e fundos de pensões, em Portugal. Interpretação do texto original recolhido aqui, in Wikipédia.

Aprende ou (Re)Lembra AGORA, Alguns Conceitos Básicos Sobre Seguros

Seguradora: é a Entidade legalmente autorizada a exercer a atividade seguradora e que subscreve, com o Tomador do Seguro, o contrato de seguro.

Tomador do Seguro: é a Pessoa Singular ou Colectiva que celebra o contrato de seguro com a Seguradora, sendo responsável pelo pagamento do prémio e “dono” da apólice de seguro.

Pessoa Segura: é a pessoa cuja vida, saúde ou integridade física se segura (por exemplo, nos seguros Automóvel, Acidentes Pessoais, Acidentes de Trabalho, Vida, Saúde ou outros do qual esteja em causa, proteger a vida, saúde ou integridade física da pessoa humana).

Beneficiário/a: é a Pessoa singular ou colectiva a favor de quem reverte a prestação da Seguradora decorrente de um contrato de seguro.

Apólice: quer falemos em seguros do ramo vida ou não vida, a apólice de seguro é o documento que titula o contrato de seguro celebrado entre o tomador do seguro e a Seguradora, onde constam as respetivas condições gerais, especiais (se houverem), e particulares acordadas entre as partes.

Ata Adicional: é o documento que titula a alteração de uma apólice de seguro.

Cobertura Principal: é a garantia que serve de base à constituição do contrato de seguro.

Coberturas Complementares: são as outras garantias de proteção para além da garantia principal.

Capital Seguro: é o montante estipulado no contrato de seguro como sendo o limite máximo da responsabilidade da seguradora.

Prémio Anual Renovável: é a designação do Prémio quando é anualmente revisto.

Prémio Único: é a entrega única efetuada pelo Tomador do Seguro durante a vigência do contrato ou as entregas suplementares para além das inicialmente contratadas.

Prémio Único ou Total: é o Prémio bruto acrescido das cargas fiscais e parafiscais e que corresponde ao preço pago pelo Tomador do Seguro à Seguradora pela contratação do Seguro.

Prémio Fracionado: diz respeito à fração do Prémio Anual pago segundo a periodicidade escolhida pela Tomador do Seguro, aquando da contratação do contrato ou a partir do momento, da alteração ao contrato.

Estorno: é a devolução ao Tomador do Seguro de uma parte do prémio já pago.

Idade Atuarial: é a Idade da Pessoa Segura (ou Pessoas Seguras) na(s) sua(s) data(s) aniversária(s) mais próxima, antes ou depois da data atual.

Data Vencimento do Contrato: corresponde à data em que o contrato de seguro termina.

Incapacidade ou Invalidez: é a redução da capacidade física, motora, orgânica, sensorial ou intelectual em consequência de acidentes ou doença da pessoa (ser humano).

Doença: é a alteração involuntária do estado de saúde da(s) Pessoa(s) Segura(s), não causado por acidente.

Acidente: é um acontecimento fortuito devido a causa súbita, externa e estranha à vontade da(s) Pessoa(s) Segura(s) que lhe(s) provoque lesões corporais clínicas (conhecidos danos corporais) e objectivamente comprovadas.

Sinistro: é um evento ou série de eventos resultantes de uma causa capaz de accionar as garantias de um ou mais contratos de seguro.

Valor de Redução: corresponde aos montantes ou importâncias redefinidos em função de uma situação contratualmente prevista.

Seguro de Grupo Contributivo: é um seguro de grupo em que a(s) Pessoa(s) Segura(s) contribuem, no todo ou em parte, para o pagamento do prémio de seguro.

Seguro de Grupo Não Contributivo: é  um seguro de grupo em que o Tomador do Seguro contribui na totalidade para o pagamento do prémio de seguro.

Existem na verdade, muitíssimos outros conceitos ou termos básicos sobre o “mundo” dos seguros. Dos apresentados, algum que te seja uma novidade?

Tens algum outro conceito ou termo que precises de ajuda para o decifrar?

Deixa-me o teu comentário ou sugestão no campo “comentários” ou envia eMail para blogmvaidoso@gmail.com tenho todo o gosto em ajudar-te!

💻 Liga-te ao @blogmvaidoso Segue as nossas story’s nas redes sociais Facebook e Instagram e vamos fazer conexões positivas e saudáveis por aí!

Bisbilhotice no Masculino: dicas finanças!


m'vaidoso
Fonte da foto: mvaidoso.

No artigo de hoje, o mvaidoso vem falar de bisbilhotice no masculino, quem não gosta?Acredito que muitos de nós homens, não nos assumimos como “bisbilhoteiros”, mas acredito que todos nós temos uma “veiazinha” de bisbilhotice. Concordam comigo?

Ora bem, cada vez mais se ouve falar em poupança, em formas alternativas de empreendedorismo que nos permita poupar e ganhar algum extra ao final do mês, proporcionando-nos assim, uma independência e liberdade financeira mais folgada.

Quem nunca pesquisou ou procurou dicas de poupança ou finanças?

O mundo feminino é perito nestas andanças e, confesso, ajuda-nos imenso. Um dos exemplos que vos quero falar é da ECONOMISSES que sigo há já algum tempo. Descobri-a no instagram e desde então, a minha visita é assídua.

economisses
Fonte da foto: EconoMISSES.

EconoMISSES intitula-se como:

A primeira página de finanças em Portugal, inteiramente dedicada ao público feminino mas que permite a bisbilhotice do sexo masculino.” in EconoMISSES.

Na página, podemos encontrar diversas dicas de finanças em Portugal dedicado à independência feminina, mas creio que o mesmo, se aplica ao público masculino.

Podes seguir a página na fanpage do facebook, mas é no instagram que vais poder ter acesso a todo o conteúdo e dicas de poupança.

Espero que tenhas gostado desta sugestão do mvaidoso. PARTILHA com os teus amigos e comenta com a tua opinião e sugestão.

A RECOMENDAÇÃO QUE TE DÁ DINHEIRO!


din1_1_orig

Olá meus amores, bem dispostos?

A recomendação, mais do que nunca está na ordem do dia. Quantas vezes, recomendamos um restaurante, um cabeleireiro, uma loja ou até mesmo, um local barato para o fim de semana romântico? É certo, que diariamente, fazemos duas a três recomendações. A questão que se impõe impreterivelmente é: Quanto ganhas por essa recomendação?

Pois é …, hoje venho falar-te de um oportunidade fantástica de poderes ganhar dinheiro por cada recomendação que fizeres aos teus amigos, conhecidos e amigos dos amigos. Imagina, conheces alguém no teu circulo de amigos que use champô, condicionador ou produtos de higiene? Quantas amigas vaidosas tens na tua lista de contactos? Quantas pessoas ambiciosas e empreendedoras é que conheces?

Acredito que os nomes que surgiram sejam imensos!

A oportunidade oriflame permite-te, como cliente vip, ter Desconto imediato de pelo menos 23%, mas podes ter 30% nas tuas compras. Vou dar-te um exemplo prático:Um perfume tem um preço normal de cerca de 40 a 50€. Encontra-los em Promoção no Catálogo Oriflame, por vezes a 19.95€. É sobre este valor, que vais ter pelo menos 23%. Na prática, vais pagar 15.36€, já poupaste 4.59€, certo? Agora, imagina que 3 amigas tuas te compram 3 perfumes. Então, se recomendares 3 perfumes por dia ou até mesmo uma vez por semana, durante 3 semanas (validade do catálogo). Quanto é o ganho? Então e se em vez do perfume, falarmos num Conjunto Premium de Cuidados de Rosto?

Para todos os novos assessores e clientes vip, o Programa de Boas Vindas é uma forma de te guiar no caminho para o sucesso. Em apenas 3 passos, que te permitem obter um lucro imediato até 228.10€, uma ajuda qui sá, para uma férias.

Quantas mais pessoas convidares e os teus amigos replicarem, os teus ganhos podem ser ilimitados. Estes são os primeiros passos desta oportunidade fantástica. Não percas mais tempo, regista-te aqui, faz a tua Lista de Nomes e conta com a minha ajuda e experiência.

Também podes gostar: “Perguntas&Respostas sobre a Oriflame”.

Espero que tenhas gostado deste artigo. Recomenda muito e ganha ainda mais. Deixa-nos a tua opinião , nos comentários ou envia-me uma mensagem.